terça-feira, 29 de novembro de 2011

Decisões!

Depois da palestra de sábado, passamos o dia, eu o maridón a refletir nossa situacón...
Ficamos mega-desapontados, estranhos, sei lá. Foi só uma sessão de fala-que-eu-te-escuto, mas os depoimentos foram mega-desanimadores...

Enfim, saímos de lá pensativos. Não serviu para o propósito que era o objetivo, mas nos fez chamar o assunto à baila mais uma vez e discutir, refletir, pensar no nosso futuro, expectativas...
Decidimos que a adoção tardia não é mesmo o que queremos e que não estamos preparados para isso. Que na minha cidade a demora está grande demais para bebês (teve gente que esperou 9 anos na fila e deu depoimento lá) e que, não estamos vendo muita perspectiva de nos chamarem nos próximos anos...

E discutimos e discutimos e no fim, decidimos uma coisa!

Vamos fazer FIV Garantida!

Vamos investir nisso (emprestar money, vender, enfim, se virar) e vamos tentando e tentando e tentando até finalmente termos o nosso filho!

(tá certo que quando eu ia escrever aqui, fiquei meio pensativa com o positivo também da Maria Lívia e quase que me decidi a comprar mesmo uma camisola, mas, vamos encarar de frente o negócio. Minhas chances são praticamente nulas, pois os guerreiros do lancelot lá de casa são poucos e perdidinhos e não sobram muitos cavalheiros vivos para chegar às torres do castelo não...hehehe)

Então, essa semana vou conversar com o médico, mas queria fazer exames extras e queria fazer o negócio com alguma preparação diferenciada dessa vez.

Ahh, um exame que fiquei sabendo que pode ajudar muito é o "fragmentação do DNA do espermatozóide". Peguei esta dica ótima no blog da Chloe, na verdade, de uma dica que deixaram para ela, e uma amiga minha falou que pode ser que resulte em alguma anomalia e nesse caso, há tratamento e então a FIV pode dar certo! (se o problema for esse). Taí um exame que nunca fizemos e quem sabe não explica os negativos (se bem que, depois dos últimos meses, não tem muita explicação os negativos não...)

Enfim, no fim a palestra de adoção serviu para nos decidirmos por continuar os tratamentos mesmo... O que é um contra-senso. Em vez de a palestra nos animar, incentivar... Não.
Lógico que eu preferia guardar esse dinheiro e acho também que é injusto gastarmos tudo isso enquanto tem tanta criança no país sonhando em ter uma família... E bom, se fôssemos chamados ficaríamos muito felizes... Mas a palestra serviu para pensarmos, refletirmos e bom, vamos tentar outro caminho...
(agora sessão desabafo: caramba gente, até na fila de adoção somos as únicas criaturas que não têm filhos?? Parece quando vc vai em festa de criança, que depois de um tempo vc descobre que é a única "tia" que não tá nem olhando para os brinquedos infláveis ou correndo atrás de crianças...)

Mas então, vamos em frente e eu vou contando as novidades por aqui, ok?

Bjs,

7 comentários:

Val disse...

Oi Dalila, é muito bom termos um direcionamento. Uma pena a Palestra tê-los desencorajado, mas antes agora do que anos a fio na fila.
Quanto ao exame, segue um link http://www.ipgo.com.br/estudos-recentes-confirmam-a-importancia-do-teste-de-fragmentacao-do-dna-na-avaliacao-do-casal-infertil/
que postei no meu blog sobre o assunto, realmente é uma técnica nova.

beijos, obrigada pelo comentário e carinho de sempre, também estou na sua torcida o importante é seguir que uma hora o cavaleiro chega na torre e casa com a princesa hehehe

chaverdecomlimao disse...

Pois é, em vez de a palestra animá-los, foi o contrário. Mas pelo menos não iludiram vocês pensando que logo teriam seu filho no colo.
Eu estive pensando nesse lance de adoção e cheguei à conclusão que aos 30 anos os casais já tem que estar na fila para depois de uns 10anos, serem chamados. Isso é triste. Por que a demora? Enquanto isso as crianças crescem e a adoção fica mais demorada e mais crianças nos abrigos e vira uma bola de neve e um troço sem fim.

Olha amiga, tenho certeza que vocês escolheram a coisa certa depois de muita conversa. Isos é bom e mostra que os dois estão seguindo na mesma direção. E vai dar certo sim. Pensa que você pode, você merece... porque você merece sim. É uma batalhadora, uma pessoa do bem e que será uma ótima mamãe. Corra atrás do teu sonho!

PS: te mandei um e-mail. Você recebeu?

Beijokas e nos mantenha informadas, viu?

Claudia Martins disse...

Ter filhos parece uma guerra, cheia de estratégias, sem saber, o que irá acontecer durante as batalhas, com um único objetivo vencer.
Dalila, está certíssima, enquanto tivermos esperança, teremos chance.
Uma hora vai acontecer, acredito que estamos jovens ainda, temos todas as condições de conseguir.
Boa Sorte!!!!

Tati disse...

Oi Dalila,

Acho que vc está certa em fazer a FIV garantida. Eu tb iria fazer esta. Já estava juntando dinheiro, quando DEUS me enviou o meu presente e não precisei...
Estarei sempre torcendo por vc... E com certeza DEUS vai te enviar o seu presente tb!!!
Bjos,

Rose disse...

É isso ae Dalila...parta para a Fiv sim....vai dar certo....pelo que li...o seu caso se parece com meu....se tiver errada por favor me corrija tá?! Meu marido tem a chama necrospermia....segundo o medico...se trata de uma leve necrospermia... porem....depois de muito peregrinar em consultórios...recebi varios... tipos de diagnostico....do tipo...ahhh mas com essa quantidade dá sim....ou então...ahhh mas aí tem a tal somatória sua idade, mais o probleminha dele...e por aí vai.... então eu e meu marido decidimos...vamos primeiro partir primeiro para uma inseminação, mas na unicamp....um centro de referencia....nos disse... q não seria o caso...e q seria o mais certo uma fiv...então.... vamos partir para esse procedimento.... torcendo para nós conigamos né?! eu e vc Amem!

Chlóe Croient disse...

Oi Dalila! Que bom que a dica te ajudou! Eu aqui também andei conversando com o marido sobre adoção e não queremos esperar anos e anos para ter o nosso filho. Já estou com 41 anos.... o que me deixa ainda mais ansiosa....

Como é essa FIV garantida??? Estou curiosa!
Bjs

Dalila disse...

Val, é mesmo, vc falou lá! Vou fazer esse exame!

Bibi, não vi seu email ainda! Vou ver! Oba! Pois é, seria tão mais simples agilizar os processos dos pequenos, criar uma cultura de que doar filhos quando não há condições seguras de criação é um ato de amor, correr com a fila, enfim.
Ahh,, Bibi, eu acho que mereço, né? Preciso acreditar que sim!
oi Cláudia! Menina, jovem num sou mais não... Mas enquanto não estiver com as ondas de calorão, acho que dá para tentar, né?
Tati, eu lembro menina, acompanhei tudo! Foi mesmo um presente lindo que vc ganhou! Quem sabe meu presente não vem tambem? Oba!
Rose, é parecido sim, mas meu marido tem contagem baixíssima mesmo, no way de dar certo sem tratamento... A inseminação tem chances mais baixas que FIV.... Vou estar torcendo! Quem sabe vc não engravida naturalmente como as meninas?
Chloé, vou te passar o link da clinica no seu site, lá eu te explico melhor, ok?

Bjs meninas e tks!