quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Outro dia

Desculpem por ontem pelo surto psicótico. Semana passada eu já estava chateada, aí a mãe de um amigo querido faleceu, aí velório e um monte de coisas na cabeça, então fiquei mais triste ainda, e essa semana fui ficando triste, chateada, enfim.
Essas coisas passam todas pela cabeça da gente, mas o que podemos fazer? O que podemos fazemos, mais que isso não dá, né?
Até ocultei o post, pois estava horrível demais.
E bom, tudo poderia ser pior. Numa das minhas visitas a um dos orfanatos, conheci uma linda mocinha morena de olhos verdes, tagarela, cheia de poesias, sabia arranhar o inglês e tinha escrito um conto de ficção com magia, etc. Me deixou ver algumas partes. Muito esperta. Devia ter uns 14 anos. A mãe morreu quando era criança, depois o pai morreu quando ela tinha uns 10 anos, depois os 2 irmãos morreram, cada um de uma forma. Então, sem ninguém, ela foi enviada para o abrigo. E bem, a história dela me atormentou por semanas, pois esse é acho que o maior medo da minha vida. E uma amiga me falou: mas ela leva isso de certa forma bem, não? Sim. Leva. Por que não podemos levar também algo bem menor?
Então, muita coisa pode dar errado na vida. A gente não sabe o que tem que passar ou porquê, mas o nosso fardo nem é tão pesado assim.
Então, temos que seguir em frente e encarar o que vier. Coisas boas aconteceram com tantas pessoas por aqui!
E sabem, conhecemos muitas pessoas muito especiais aqui, e isso sozinho já é algo muito importante, que não pode ser deixado de lado!

Beijos a todas, obrigada por toda a atenção e carinho!

6 comentários:

Ane disse...

Amiga se cair de novo pode falar.... eu te encaminho uma caixa de lexotan escondido, com uma garrafa de Jack Daniels...kkkkk Eu tb vivo na montanha russa emocional, acho que é normal... sei lá...rs
Respira fundo, come um chocolate beeeeem gostoso, se cuide bem e faça coisas que adora! um passo de cada vez! Eu ia te mandar um email, mas não achei nenhum nesse blog! Cadê???? Como é que eu entro em contato com a autora?
Beijos

chaverdecomlimao disse...

Dalila,
Acho que não tem que pedir desculpas. A gente já tem um espaço pra desabafar e screver o que está nos incomodando. E todos têm que respeitar o que cada uma está sentindo, pois sabemos que, em certos momentos, é muuuito difícil passar por tudo o que estamos passando, ouvir o que ouvimos, etc.
Portanto, escreva o que precisar e estaremos aqui pra torcer muito por você. A gente sabe que a vida não é só cor de rosa. Temos nossos dias de mau tempo... nossas semanas... nossos períodos!
Beijo e conte sempre comigo, querida.
Bibi

Tati disse...

Dalila, vc tem todo o direito de ficar triste e desanimada.
Mas estamos aqui , juntas com vc!
Bola pra frente...
Vc é forte.Deixa que a vida se encarrega de por tudo no lugar.
Um beijooooo pra vc

Lene disse...

Dalila, esse é o seu espaço para falar o que quiser, desabafar o quanto quiser. Sabe o que também faz milagres nesses momentos sombrios, além do chocolatinho que a Ane sugeriu? Salão de beleza!! Bjos grandes!

Dalila disse...

Meninas,
Obrigada de verdade!
Ane, aguardo mesmo o Lexotan com Jack Daniels, parece delicioso!
Ahhh, comi uma caixa de chocolate essa semana!
Tudo está melhor, ufa!
Obrigada de verdade, acho que encontramos amigas de verdade nesse ambiente de mentira, não?
Ainda acho que quando todas nós tivemos nossos bebes da barriga ou do coração, deveríamos nos encontrar para tomar uma cervejinha e ver que tudo valeu a pena!
Topam?
Mil beijos e obrigada por tudo!

Ahhh, meu e-mail é Dalila.sunny@gmail.com

chaverdecomlimao disse...

Eu já disse que topooo!