sábado, 5 de janeiro de 2008

Ano novo - Dieta Nova

O ano novo começou e com ele as derrapadas habituais dos regimes e a dificuldade de parar de uma vez a comilança e tentar voltar a ser um ser humano normal.

Bom, até agora, depois de Natal, Ano Novo, aniversário de mãe, de amiga, de filha da amiga e de prima (todo mundo resolveu nascer em janeiro!!), comecei hoje meu regime. (E à noite tem festa da bonequinha filha de uma amiga - Ai meu Deus!)

Como todo mundo sabe, temos que fazer em torno de 6 refeições balanceadas por dia (pequenas, por favor!). Mas eu não tenho a menor paciência, ou a menor condição de comer uma frutinha às 10h e outra às 15h, portanto, forget it. Tem que ser o velho clássico de 3 refeições diárias. Alguns dizem que não funciona, mas como exímia praticante de dietas durante toda a vida (acho que descobri aos 4 anos que se não comesse emagrecia e desde então, sou uma louca por emagrecer) sei que qualquer coisa funciona, desde que você diminua o que come. Confie em mim, precisei emagrecer minha vida inteira, pois sou compulsiva e logicamente, gorda. É o velho clássico, sabemos tudo, mas não fazemos nada...

Agora preciso emagrecer pelo menos 15 kilos. Para isso, comecei hoje (!) uma dieta de reeducação alimentar.

Infelizmente, não posso tomar remédios para emagrecer, senão resolvia a parada mais facilmente. E seu eu engravidar?? Os remédios poderão causar grandes problemas, ou melhor, na verdade, ninguém sabe o que eles podem causar. Portanto, continuo neste estado pupa: não emagreço e não engravido... ah, deixa para lá.

Aí vai a dieta:
Café da manhã:
1 pão francês
1 colher de maionese diet
1/2 copo de leite Ades light
café com adoçante
1 fruta

Almoço:
1 pires raso de arroz
2 filés de frango sem pele (pequenos)
metade do prato de saladas coloridas
1 fruta

Jantar:
O mesmo do almoço

E please, nada de comer pacotes de bolacha recheada, toneladas de bombons e um bolo inteiro antes de dormir! Tome vergonha, por favor!!

Um comentário:

Té® disse...

INFORMAÇÃO DE INTERESSE PÚBLICO:

"A celulite é uma defesa orgânica feminina. O organismo joga ali nas suas nádegas e nas suas coxas o excesso de gordura que você come ao invés de entupir suas artérias; por isso os homens enfartam em maior quantidade que as mulheres".

Eu tinha certeza que havia um motivo justo... Deus é Pai!