terça-feira, 27 de março de 2012

Livros

Pessoas,

Passando correndo para falar dos livros 7 e 8 da listando que está andando a passos de tartaruga manca:

7 - Aumente sua empregabilidade - Sandra Schamas
Vale contar esse tipo de livro? É um livro profissional, com algumas informacoes sobre eventos, cerimonial, etc. Tem dicas de currículo, dress code, entrevistas... Estava precisando para me ajudar em um evento. Meio basiquinho, não agregou muito. Acho que já estou velha e careca de saber essas coisas.

8 - Sushi - Marian Keyes
Achei mega-chato, não me identifiquei com nenhuma das personagens, achei as 3 chatas e sem sentido. Só perdeu no quesito chatice para o Los Angeles, que eu simplesmente nao consegui ler. A Marian Keyes tem uns livrinhos legais, desde que sejam risíveis. Neste, as protagonistas são uma alta executiva de revista feminina (arrogante e chata), uma assistente de redação (ou diretora, sei lá) que nao tem cintura e eu imediatamente a imaginei uma gorda-chata desajeitada cheia de cacarecos na bolsa, e uma modelo de beleza, com um marido lindo e filhos lindos que ela simplesmente não suporta. 3 histórias chatas, com finais previsíveis e nenhuma, nenhuma risada do começo ao fim...

Estou lendo "A visita cruel do tempo" de Jennifer Egan, ganhador de um Pulitzer. Comprei por que o título é legal e a Veja fez uma resenha legal e...
Mas pessoas, eu gosto de livro tonto... Eu não gosto de livro inteligentoso, cheio de filosofias sobre como nossa vida parece próspera e cheia de possibilidades aos 20 anos e que depois invariavelmente vira um ninho de meleca. Para todo mundo. Não preciso ler isso. Eu já sei disso. Então, sério, essa leitura tá ainda mais chata do que dos livros acima.
Sabe, eu gosto de coisas estúpidas, de fantasia, de monstros, de vampiros, de fantasmas, de dragões e de toda sorte de coisas que não existem e por isso mesmo é tão legal conhecê-los. Gosto de Harry Potter, de True Blood, de coisas trash, de Becky Bloom, de Game of Thrones... Odeio livro de adulto. É tão deprê. É sempre sobre pobreza, perda, tristeza, desgraça, relacionamentos miseráveis, mágoas eternas, dores incuráveis...
Não gosto. Gosto de ler para distrair, para viajar, para rir, para sonhar, para imaginar...

Aqueles da Lolita Pille que eu gosto não são necessariamente sérios assim, são mais um caleidoscópio de desespero, loucura, fuga, incapacidade de ajuste... Esse não. Esse conta histórias de pessoas comuns. Chatas e desgraçadas e velhas e ferradas... Hehehe
Enfim. Mas vou tentar acabar esse livro-adulto. Se não cortar os pulsos antes.

Comprei um livro do Sherlock Holmes, que é fofinho e tem até ilustrações e comprei o "Universo numa casca de noz", que vai servir para eu descobrir se ainda tenho alguns neurônios nessa cabeça cheia de geléia.

Mas, na verdade, eu estou doida para ler os "Jogos vorazes" e vou coloca-lo na frente de todos! Devo começar amanhã! E estou a fim de comprar o "Feios" e "Perfeitos" que estão em promoção na Saraiva... Oba! Vamos lá!

Bjs e amanhã eu conto do Vigilantes!

4 comentários:

disse...

Eu li "Um bestseller pra chamar de Meu" da Marian Keyes e achei legal, dá pra rir um bocado!! bjinhos

Dalila disse...

Oi Rê,

Eu li um "Best seller para chamar de meu", adorei! ri bastante!

Bjs!

Tati disse...

Eu nunca li Sherlock Holmes , mas sempre tive vontade de comprar. Estou com um livro desde o começo de janeiro (eu acho) que comecei a ler e parei...rsrs
Mês que vem então...acho que não vou ler mais nada...rsrs
Um beijão Da

Ane disse...

Adoro Sherlock... é bem "naive" mas eu curto. Comecei o Fúria dos Reis, mas está indo devagaaaaaar rs
Beijos