quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Amanhã é o dia!!

Pessoal, amanhã vou com minha mamá para Curitiba para conhecer a famosa clínica de fertilidade de Curitiba. 6 horas de viagem e 2 dias passeando por aquela cidade linda!!

Estou ansiosa pela consulta e depois que voltar conto tudo como foi. É a primeira consulta, o tratamento vai ficar para o ano que vem.

Passei duas semanas doida, errando o caminho de casa, o caminho para o trabalho (quando eu dava por mim estava no centro da cidade ou no meio da marginal, ou quando estava indo em direção a um restaurante, acabava percebendo que eu estava em frente de casa e não tinha nada a ver!! hehe), enfim, passei duas semanas sem ter a menor idéia do que fazer, se faria o tratamento ou não, se arriscava ir para a Hungria (sério, eu realmente considerei isso) ou se deixava tudo quieto e embarcava na realização do meu sonho de conhecer a Europa, transformava o quarto extra em closet e arrumava mais um cachorro! Bem, no fim, venceu ainda o sonho de ser mãe, de ver a barriga crescer, de escolher o nome e tentar mais uma vez. Afinal, estou agora com 35 anos e se eu não tentar de novo agora, daqui a 10 anos vou pensar que eu ainda tinha uma chance e a disperdicei.

Mas vamos lá: que droga de idade é essa? parece que minha vida está sendo dividida em duas, um olho para o passado, outro para o meio do nada. Parece que cheguei a um patamar da minha vida. Vocês tiveram essa sensanção nessa idade (se já passaram por ela)? É muito estranho, afinal, agora não dá mais tempo de virar astronauta, botar uma mochila nas costas e andar o caminho de Santiago de Compostela, virar estrela do rock ou militante aposentada. Não que algum dia na vida eu tenha querido fazer quaisquer dessas coisas, mas o que eu quero dizer é que estou com a sensação de que tudo que eu tinha para ganhar nessa vida, eu já ganhei, sendo bom ou ruim, parece que as cartas já me foram dadas. Agora fica a manutenção das coisas e de quebra umas dores nos joelhos, um punhado de cabelos brancos (argh!) e manchas no rosto (arghhhh de novo!). Enfim, a veieira está apontando e ou eu me mexo logo, ou simplesmente aceito que o resto da minha vida vai ser exatamente como está agora.

Vai ser ruim? Não. Minha vida está boa, graças a Deus. Mas um filho seria muito legal e traria muitas outras alternativas interessantes... pena que para mim (e para tantas outras) esse sonho custe tanto.

Enfim, vamos a minha primeira experiência do Turismo in Vitro - rumo à Curitiba!!

4 comentários:

disse...

Dalila, fico aqui na torcida pela sua consulta... que vc goste do médico, da clínica e volte cheia de gás pro tratamento. Beijos, Lú

Margarida na Janela disse...

Oi querida, estarei do lado de cá torcendo muito para que corra tudo bem e mais animada ainda para o tratamento, já ouvi falar muito bem dessa clínica. Bjs mil!

administração uniban ae84a3 disse...

Oi Dalila,

Que bom que vc optou por Curitiba acho que será mais seguro.
A essa altura do campeonato vc já foi a consulta, né? Dê notícias, o que vc achou do médico?

Super boa sorte e bjs. Lu - SP.

administração uniban ae84a3 disse...

Dalilaaaaaaaaaaaaa,

Cadê você com as notícias da consulta? Rsrsrs...
Todos os dias passo por aqui para ler as novidades.
Estou curiosa para saber o que você achou da clinica, já passou pela minha cabeça ir até lá mas penso nas dificuldades (por causa do meu trabalho) do ir e vir a Curitiba.

Bjs. Lu - SP.