terça-feira, 2 de abril de 2013

36 semanas e preocupação...

Pessoas lindas,

Vou passar escrever rapidinho, pois férias que é bom, só a partir de quinta! hehehe Não tirei minha licença ainda, estava com vontade de vir escrever, mas não está mesmo dando tempo. Muito cansaço, sono ruim por causa da azia (comer tomando refrigerante ajuda! nada de suco, dá muita azia...), insônia e dores no corpo. O final é meio pesado... rsrs

Mas consegui passar correndo por aqui, pois queria colocar aqui umas preocupações que gostaria de compartilhar, pedir ajuda, dividir...

Há uns 15 dias eu comecei a ter uma coceira feroz nas palmas das mãos e plantas dos pés, que se espalha para o corpo todo, mas que principalmente foca nesses lugares. Coça o dia inteiro e piora  à noite. Dá vontade de se esfregar com bucha. Não aparecem bolinhas vermelhas, manchas, nada, só coça. Acho que se fosse alergia, deveria aparecer uns grosseiros na pele, umas borbulhas, não? No babycenter fala que coceira nas mãos e pés precisam ser reportadas ao médico, pois podem ser sintomas de uma doença da gravidez chamada Colestase Intra-hepática, doença que ataca o fígado e exige um parto mais prematuro, para evitar que haja problemas para o feto.  Lá fala só de coceira e bom, sem muitos outros detalhes fica difícil a gente pensar que pode ser isso. Mas achei esse blog fantástico: http://www.animando-c.com.br/2009/11/colestase-intra-hepatica-na-gravidez.html que tem um post que explica muito bem o que é essa colestase. Li e reli o post e os comentários e achei que não era bem o que eu tinha na época (uma semana atrás), mas essa coceira está aumentando tanto que estou realmente pensando que pode ser que eu esteja mesmo com esse treco aí...
Amanhã tenho consulta com o obstetra e vou conversar com ele sobre isso. Até lá, estou muito preocupada. A coceira me acorda à noite, me faz ficar me coçando na rua, nas reuniões, na frente de todo mundo. Parece que tem um formigueiro embaixo da minha pele. E a cabeça a milhão, pois pelo o que entendi, o fígado começa a produzir bílis demais e jogá-la no sangue, que pode prejudicar o bebê.

Aí, para ajudar, saiu o resultado do meu exame de Streptococo Beta, o exame mega-chatonildo que vc faz no final da gravidez (35 a 37 semanas) para ver infecção por essa bactéria na vagina ou ânus, o que, em caso positivo, impossibilita o parto normal e, pelo o que eu vi na internet, pode sim ser transmitido ao bebê, causando muitos problemas se não identificado e tratado.  O meu deu positivo. Droga.

Enfim, estou com a cabeça bem quente e torcendo para o Henrique aparecer antes um pouco, para que nada disso possa prejudicá-lo...

Amanhã tenho consulta e volto para contar o que deu, ok?

Alguma de vocês teve alguma das coisas acima? Como foi e o que deu??

bjs mil e vou tentar postar fotinhas, agora que vou poder voltar a usar o micro de casa :-)


5 comentários:

Cantinho da Marina disse...

Dali,
Espera a consulta pra ver o que é realmente essa coceira e aí receber medicação correta se for o caso.
Quanto ao exame positivo, tem medicação também, por isso o exame é feito antes, pra prevenir e não chegar no parto com a bartéria.
Vai dar tudo certo... e depois das 37 semanas, ele não é mais considerado prematuro e pode nascer tranquilamente.
Beijos e muita calma nessa hora!

Simone Freitas disse...

Oi querida! Primeiro PARABÉNS por chegar até as 36 semanas. Como a Bibi falou, com 37 semanas o bebê é considerado "a termo" e pode nascer sem problemas. Eu tive coceira tb na gestação, claro que não tão grave como vc relata, mas eu tinha que tirar o sapato no escritorio e ficar me coçando. Coçava as costas, as palmas das mãos e as solas dos pés. Isso era de dia, de noite, mas eu falei com a GO e ela descartou essa doença pq fiz exame e não apareceu. Eu acho que é final de gestação mesmo que a gente fica mais sensível a qualquer situação.
Quanto ao exame da bactéria eu não cheguei a fazer pq o meu foi cesárea mesmo, então ficou desnecessário.

Bjos e venha nos contar como estão!

Gabi disse...

OI Flor, tbm tenho essa bactéria e meu medico disse que ela não impossibilita o parto normal, vc só vai ter que tomar antibiótico antes do parto. O antibiótico impede da bactéria passar para o bebe na hora do parto, pq se acontecer isso ele pode ter problemas respiratórios, mas não se preocupe, é tratável e vc vai poder ter parto normal se quiser.


bjusss

Lidi disse...

Dali, sei bem o q é essa coceira, pois tive tbm e não faz mto tempo. Falei pra meu GO por e-mail, na época, ele não deu mta importância, não quis ver se era a colestase obstétrica e eu não insisti, pois já tava com 35 sem., então aguentei a coceira feroz até 38 sem. e graças a Deus minha bb não teve nada. Acho que a colestase é prejudicial se for mais cedo...e olha, vc já tá com 36, seu bb não será mais considerado prematuro daqui pra frente.

E depois do parto a coceira passou...só q a pele ficou beem ressecada, mas aos poucos tá voltando ao normal..rs

Conversa com o GO e fica tranquila que isso é muito comum.

Bjs!

Dali disse...

Obrigada!!!
Vcs ajudarm muito a eu me acalmar! Vai ficar tudo bem, obrigada de coração, viu?
Bjs