terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Ser mãe ou não ser? Eis...

Pessoas, saudade! Correndo um pouco e não está dando tempo para escrever...

Semana passada tive consulta com a gineco que em ajudou em vários tormentos...

Primeiro perguntei se as injeções e tals podem dar câncer a longo prazo pelo excesso de hormônios ou alguma outra coisa (é tipo a dúvida que a muierada tem quando começa reposicao hormonal na menopausa. A gente sabe que teoricamente não deve dar problema, mas tem que perguntar...) e ela me aliviou dizendo que não, que não há tanta influencia assim e melhor não se preocupar com isso. Apenas que vamos prestar atenção nos exames anuais e iniciar as mamografias (ai!) a partir desse ano, assim acompanhamos mais de perto.

Ela falou algo com muita delicadeza, mas é algo que eu mesma estou pensando há tempo e hoje já tá parecendo meio que óbvio: tem mulheres que tentam tentam tentam e nunca se tornam mães.
Que é bom considerar isso. Eu concordo com ela. Depois de 7 anos e com 36 anos, estou considerando isso não mais como uma possibilidade, mas quase como uma realidade. Mas estou trabalhando isso. E estou bem. Really.

Sobre as FIVs, ela falou que as pessoas comentam que as FIVs costumam dar mais certo em seqüência, em vez de tentativas isoladas, que acabam se caracterizando como novas tentativas (como se a mulher nunca tivesse feito) e que é meio difícil dar certo na primeira FIV.
Aproveitei e liguei para a clínica para tirar a dúvida. A enfermeira me atendeu muito bem e me disse que sim, as possibilidades de positivo são muito maiores com tentativas em serie, que preparam o organismo da mulher e aumentam as chances...

Isso dito, estou cá com milhões de caraminholas na cabeça.

Até abril estou abarrotada de trabalho, entao sei que não adianta tentar pois a cabeça não vai ajudar.

Eu iria fazer uma tentativa agora, outra depois, outra depois... Agora, vou mudar o esquema. Preciso levantar o dinheiro e no segundo semestre, fazer as últimas (quantas? 2,3,4?) tentativas da minha vida.

Em 2012 eu vou ser mãe. Ou resolver o assunto, retomar a vida e seguir em frente...

Então, 2012 será o ano da decisão!

(ai, Papai do Céu, dá para dar positivo dessa vez, por favor???)

13 comentários:

Dinha disse...

Dalila,

Eu concordo que temos que colocar um ponto final em algum momento, até para viver outras coisas, mas enquanto o sonho existir em nossos corações temos que tentar.
Vc conhece a Susana, nossa amiga portuguesa.
Um médico falou sem delicadeza, que já seria a hora de desistir, e ai se naquele momento, ela tivesse desistindo...
Hoje a Martinha não estaria nos seus braços, trazendo a felicidade completa.
Ás vezes faltando tão pouco pra conseguir, desistimos.....
Sim vc tem 36, eu tenho 35, ainda temos uma tempo de vida reprodutiva, se a minha sanidade mental permitir, tentarei enquanto o meu corpo permitir.
Não importa se vou conseguir na primeira, ou sei lá quando....
Claro que temos o lado do $$, mas tb, vou guardar pra quê??
Se não tiver filhos, vou deixar pra quem???
Espero no fundo do meu coração que esse ano seja o nosso ano!
Beijocas!

tobege disse...

Dalila, muito legal vc estar trabalhando todas as possibilidades. É assim que temos que fazer, oras... Nos informar e estarmos preparadas para tudo. Mas tenha sempre esperanças de que o seu positivo vai chegar, pelo menos enquanto você estiver tentando! Mando muitos pensamentos positivos pra vcs! Bjos

Val disse...

Dali, eu acredito que sim, existem estatísticas mas nada é definitivo nem que vamos ou que não vamos portanto, eu prefiro acreditar que vai dar certo e só lidar com o contrário quando acontecer. Sim, claro a parte financeira é fundamental e eu me sinto mais segura quando sei das possibilidades mas ainda sim, sempre vejo o copo meio cheio, tem sido assim pra mim e tem funcionado.
Vou fazer o primeiro tratamento logo (nunca fiz nada nem indução de ovulação) tento há 02 anos sendo meio ano sem ciclo em função do tratamento da Endo, então sei que tenho um caminho a seguir que pode ser longo, mas se eu posso entrar crente que vai dar certo eu prefiro assim. ~
Talvez não queira lidar com uma questão possível futura (não ter filhos) agora pois afinal quem garante que não vou ser?
Enfim, que esse ano do dragão seja o da decisão e de preferência do positivão!
bjks

Claudia Martins disse...

Ai Dalila, adoro seus posts, pela forma clara como expressa e como sinto-me retratada em cada linha que escreve.
Pretendo retornar as minhas tentativas esse ano, para no futuro não dizer que não tentei...mas com os pés no chão...também, depois de tantas tentativas e negativos sou outra mulher, muito mais preparada e consciente da minha situação.
Vamos em frente amiga, sinto que 2012 será um ano de grandes realizações para nós.
Um beijão!

chaverdecomlimao disse...

Oi Dá!
Quando eu fiz as FIV's, antes de começar, em fevereiro do ano passado, o médico me falou sobre as tentativas em série... falou que a primeira é sempre mais fácil de não dar certo, mas que à medida que eu ia fazendo, ia melhorando meu organismo. E por isos eu fazia uma após a outra. Até que chegou na 3ª mal sucedida e eu cansei e daria um tempo de 3 meses. Marido não queria porque ele tava com aquilo na cabeça de fazer uma atrás da outra. Mas cansei mesmo... e aí eu até acho que devido a ter resquícios no organismo de tanto hormônio, consegui engravidar naturalmente.
Amiga, em 2012 receberemos muitos positivos e o seu será um deles. Estou rezando muito pra você e vai dar certo.
Eu também cheguei a pensa que nunca seria mãe e que tinha que me preparar... e aí veio! E o seu está sendo preparado e está a caminho!
Um beijo grande!

Tatiana Brum disse...

Minha linda...eu te entendo...o tempo passa, o dim dim fica mais restrito ou ficamos pensando em gastar com outras coisas que precisamos também...tudo nos faz refletir. As vezes vejo menininhas engravidando...outras pessoas com graves problemas mentais colocando seus bebês em lixeiras...(algumas nem devem saber que tem problemas, mas têm...ou sem vergonhice rsrs)...mas vou repetir as palavras da Dinha:
"Claro que temos o lado do $$, mas tb, vou guardar pra quê??
Se não tiver filhos, vou deixar pra quem???" Queremos ter nossa propria sequencia...nso eternizar. Também vejo a possibilidade de adotar. Mas eu ainda tenho 30 anos. Então vou tentar mais um pouco, mas depois pensarei sobre este assunto também. Aí sim posso ser mãe com 45 anos, por exemplo. Não precisarei de hormônios, nem óvulos, nem nada...só ter muito amor no meu coração! Não é porque nosso corpo não "colabora" que teremos que descartar o sonho. Essa é a minha visão. E vc, querida do jeito que tu é, que criança não ia te querer de mamãe???
Um bjao minha linda...to contigo em qualquer decisão que vc tome!

Um bjao

Feliz Futura Mamãe disse...

Nossa! Estou chocada com seu realismo!Chocada no bom sentido! Dalila, que força vc tem! E estou super encantada com seu otimismo "Em 2012 vou ser mãe."
É isso ai mesmo! Força, fé, e realismo!
Também estou super confiante que esse ano vai ser "O ANO"! Que Deus nos abençõe! Feliz 2012 cheio de saúde e paz p/ nós!

Evelyn disse...

Dalila, é nisso que você tem que se focar..EM 2012 VOCÊ SERÁ MÃE..E PRONTO!

orgulhosa da sua garra

Beijos

Mima disse...

Dalila, estou há 1a3m tentando e a 1° pess a me alerta para esta possibilidade foi meu pai e confesso q no 1° momento choquei, mas depois cai q é sim uma possibilidade, mas enquanto ela não se concretiza vou fazer a minha parte. tenho 31a e fiz coito programado sem sucesso por 2 ciclos. Agora a médica começou as investigações. rsrs Acho q vc pode pensar na possibilidade, mas sem esquecer q vc tem alternativas e enquanto não cessá-las não há motivos para desistir. Claro q o lado financeiro pesa e acho sensato vc deixar para o 2° semest já q precisa se capitalizar.
Pensamento positivo pq este é o seu, o nosso ano!!!

bjos,

Rose disse...

Bom...li o post e todos os comentarios...e sabe o q percebi Dalila? Eu sou a mais velha de todas...kkkkkkkkkk 38 anos...e tentando a 8,Se uma fiv com repetição tem mais chances de dar certo do que na primeira, isso quer dizer q chegou o fim da linha pra mim?! As vezes sinto isso....sinto vontade de desistir,não sei se tenho forças depois de tantos anos....passar pela primeira FIV negativa! O senhor olhe por nos!!!

Bjusss Dalila

Ane disse...

Querida, eu torço por você! Que você possa ser feliz na sua caminhada, ter uma vida plena, cheia de amor, paz, saúde e harmonia! Desejo também do fundo do coração que o seu sonho se realize, porque admiro demaaaaaaais a sua luta e determinação. Por enquanto foque sua energia em ser mãe. Uma vez eu li (em algum lugar que não me lembro) que cair do 5º andar ou do 10º andar é indiferente, afinal, vc vai sofrer de qualquer jeito.... então vá atrás do seu sonho, o depois a gente cuida depois (nada que drogas pesadas não possam resolver rs, pra isso existe o Prozac!). Vc será mãe sim, esse é o seu ano!!!!!
Beijos

Maria Livia disse...

Oi, Da!!!! Adorei ler seu post. Vc foi realista, mas com muito otimismo e força.Se vc pode fazer 2, 3, 4 tentativas em seguida, vá em frente! Seu coração ainda quer muito, então não desista. A Dinha lembrou bem da Susana. Ela conseguiu na 20ª tentativa. Se ela tivesse parado na 19ª, todo mundo ia dizer: "Não era pra ser", mas ela continuou e conseguiu! O importante é seguir o seu coração!!!! Em 2012 vc vai ser mãe, sim!!!!
Bjusssssssssssss!!!

Tati disse...

Querida Dalila , eu acho que esse pacote de gravidez garantida é melhor né...vc faz todas as tentativas seguidas, sem se preocupar se vai ter dinheiro ou não pra pagar a próxima.Mas mesmo assim é preciso ir se programando pra levantar esse dim dim.Eu acho que vale muito á pena.
Sabe, nenhuma mulher que deseja ser mãe deve desistir.Desanimar tudo bem...faz parte...ninguém é de ferro...mas desistir , não!Nunca.Vc vai ser mãe sim!Não sou Deus ,mas eu tenho toda a certeza do mundo!Um beijão pra vc