terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Despedida?

Olá pessoas,

Entonces, o atraso era alarme falso (lógico) e sabem, não sei quais os próximos passos.

Em 2009 eu não fiz nenhum tratamento, mas dei entrada na papelada da adoção.

Para 2010 eu queria fazer um tratamento, mas não tenho previsão de ter dinheiro para isso e nem sei se ainda acredito que pode dar certo...

Na verdade eu já não acredito mais que um dia serei mãe. Parece algo distante, sem nada palpável, como fumaça. Enfim, algo que acho que já comecei a deixar nas sombras, mais um sonho sem possibilidade de se realizar.

Estava pensando em escrever sobre todas as coisas que não são efetivadas quando o filho não vem, não sei o por quê, mas queria deixar em algum lugar a falta de alguém que nunca existiu: o vazio dos ecos das risadas... a falta da gritaria, da bagunça... o silencio todos os dias... sentir-se meio alienígena quando todo mundo leva seus filhos em uma festa e vc fica em casa ....não ouvirmos os choros depois dos tombos, a vontade de perder sua identidade para passar a ser chamada como todas as demais mães do mundo, a falta de um berço, não ter nenhum motivo para redecorar os quartos (que sobram, esperam e não mudam), nenhuma escolinha, nenhum sorrisinho de dentinhos de leite, ninguém para ensinar o significado do natal e ninguém para dar ovos de páscoa de presente. Ninguém para te acompanhar pela vida, ninguém para dividir as refeições além de seu companheiro de toda vida. Nenhum neto para pessoas que nunca ouvirão as palavras Vó e Vô. Ninguém para ligar para ir nos buscar no hospital no fim da vida. Ninguém para cuidar das feridas quando chegar a hora, ninguém para compartilhar as alegrias de um dia comum, nenhuma formatura para assistir, noras e genros para conhecer, netos para renovar toda aquela vida que já parecia estar ficando sem graça...

Enfim, uma vida incompleta, mas o que fazer quando é esse seu destino? Adianta perguntar por quê? Alguém vai responder?

Ah, não, não vou continuar por essas linhas pois não vale a pena. Nada muda. Uma lágrima não muda nada. A dor não muda nada. Apenas nos torna pessoas mais calejadas, mais amargas. Portanto, não, não resolve nada se lastimar.

Mas eu gostaria mesmo de escrever sobre o que será daqui para frente, se nada der certo (e oh! que abobrinha, o que poderia dar certo?? se não estou fazendo nenhum tratamento, nenhum plano???). O que não está planejado não pode não dar certo pode?? Não, lógico que não.

Mas não se preocupem, estou muito bem. Não estou deprimida nem nada. Hoje escrevo sobre isso sem chorar, e podem acreditar: sem ficar nem ao menos triste. Isso tudo parece distante, não dói mais e sinceramente já quase não importa mais. Quase.

Acho que depois da perda do meu irmão, qualquer coisa ficou fichinha. Depois, veio a infertilidade, e acho que ela foi a pitada de pimenta. E bem, esse assunto de filhos está agora quando virando uma folha amarelada, um livro que fica pelo caminho sem fechar e que você não tem a menor idéia de qual seria o final se continuasse lendo.

Pessoas que me acompanharam pelos últimos 3 anos: não acredito que este blog dure muito mais, portanto agradeço pelas visitas, pelo apoio, adorei conhecer pessoas maravilhosas aqui, adorei acompanhar histórias de guerreiras e guerreiros, que lutaram e venceram. Adorei conhecer pessoas muito especiais que ainda estão no caminho que as levará a realizar seu sonho. Foi ótimo.

Mas bem, não sei se volto a escrever aqui ou quando volto. Afinal, sobre o que eu iria falar?? As olimpíadas? todas essas tragédias aqui no Brasil? por que diabos esse blog se chama então Tudo por um Baby?

Beijos e saibam que foi MARAVILHOSO conhecer vocês, mesmo que virtualmente, mesmo que de longe, mesmo algumas estando do outro lado do oceano. Desejo que vocês consigam realizar o seu sonho, vocês merecem!! E espero que seja em 2010!!

13 comentários:

FabyFlor disse...

Nossa Dalila, eu me vi nessas linhas, vc conseguiu dizer tudo que sinto, eu queria vir aqui dizer pra vc que tudo vai dar certo, pra vc não desistir que as coisas dependem da vontade de Deus,mas ouço isso todo dia e seu q só a gente sabe como é duro desejar algo que não sabemos se vamos conseguir.
Os nossos sentimentos são os mesmos, só que uma diferença NÃO ESTOU PRONTA PRA DESISTIR, acho que eu morreria, não consigo ver minha vida sem filhos, sem toda essa bagunça que vc mencionou, não consigo cogitar isso nem nos momentos de raiva e desespero.
Só posso te falar que faça valer a pena o titulo do seu blog TUDO POR UM BABY,por mais corriqueiro que seja falar isso NÃO DESISTA.

Abraçossss!!!!!

Mar disse...

Quanto mais não seja para os desabafos... Se preciso for, muda o nome do blog, mas não vás embora. A tua presença, o teu testemunho, a tua história de vida são demasiado preciosos para ficarem por aqui. Eu e todas as outras meninas que passam pelo mesmo em algum momento da vida também se sentem desmotivadas e é muito bom vir aqui ganhar fôlego e ver que temos quem nos leve ao colo. Neste momento és tu quem precisa desse mimo, amanhã posso ser eu, mas para isso preciso de te ter desse lado. Fica. Beijinhos.

Dalila disse...

Fabyflor,

Agradeço pelas palavras e fico muito feliz por você continuar tentando, espero de todo meu coração que logo vc consiga seu sonho. É que tem horas que desanima, então, não leve meu exemplo para nada, ok?
Vc viu o bebê da Taís que lindo?? Então, ela conseguiu. Acho que é isso que a gente tem que pensar. É que eu não estou conseguindo pensar isso agora...
bjs,

Mar,

Obrigada pela mensagem, gosto do blog também, mas queria vir aqui para falar alguma coisa sobre isso... sei lá, vou pensar, quem sabe eu não começo a colocar pesquisas, etc. para incentivar vocês? sei lá, vou pensar em alguma coisa... agradeço imensamente pela força, você é muito especial!

bjs,

Cacá = ] disse...

Gostaria de entender certas coisas, e uma delas é essa, não sei pq isso acontece, coisas que nao fazem sentido...é o mistério da vida...
Quero que vc saiba que admiro vc muito, aprendi mto com vc em todos os sentidos, e nunca te esquecerei....sempre que consigo usar a net (ja qeu agora me mudei nao tenho internet) entro aqui pra saber de vc, quando leio seu blog sinto que estou conversando com vc, que boba né...mas gosto mto...

Faça valer o nome do seu blog TUDO por um baby, tudo mesmo...

sei que vc deve ouvir isso de todo mundo, e que ja esta cansada de tentar, de lutar, de esperar...mas somos como árvores e passamos por estações, o inverno é triste as folhas caem não há uma folhinha se quer...mas acredite, ela pode demorar, mas a primavera vai chegar, ela vai chegar, acredite nisso...

SAIBA QUE AMO VC DE CORAÇÃO VC É UMA VENCEDORA, POIS LUTAR NÃO É SIMPLESMENTE VENCER, MAS É TENTAR TENTAR E NÃO DESISITIR...

Beijos Deus te abençoe muito!

tais disse...

Dallila minha querida amiga ...
sim é isso que vc representa pra mim ...AMIGA
Sei uqe nessa fase que vc ta passando o que mais escutamos é nao desista vc vai conseguir e isso chega ate nos irritar ,,,, porem posso falar por experiencia propria eu ja tinha quase desistido quando tirei forças de naos ei onde e resolvi acreditar e tentar pois para ter um bebe no nosso caso é só tentantando e tentando muitas vezes sem saber qual sera o proximo passo ...
Sou guerreira sim pois nos que passamos pela infertilidade ..realizando nosso sonhop ou nao somos guerreira sim..pois lutamos, sonhamos, desejamos , sorrimos e choramos em busca de nosso tao sonhado filho ;
e olha a adoçao nao esta fora dos meus planos nao viu ...afinal ainda espero a Julia chegar ...e quero te pedir para nao desistir ...
lute minha amiga e VENÇA ...
desejo pra vc tudo de mais perfeito nesse ano e nos proximos tambem

obrigado Deus por conhecer vc e ter sua vc em minha vida
Vc ´guerreira e sera vitoriosa tenho certeza

bjs

Dalila disse...

Cassia,

Vc também é uma fofa e eu gosto muito muito mesmo de você, vc é muuito especial, nem sabe o quando!
E agradeço pela força!
amiga querida, sei lá o que vou fazer... vamos ver mais para frente...


Taís,

vc é minha inspiração e é minha amiga também, considero-a sem dúvida como amiga e sei que vc é o maior exemplo que podemos ter.
vamos ver querida, vamos ver.

mil beijos e obrigada pela força!

.justlow disse...

Oi ti achei no blog de uma amiga minha, enfim vou começar a te segui-la pois curti mto o blog , venha conhecer meu cantinho e espero que me siga tbem ok
bjs da lowkita ;*

Susana Pina disse...

Saber parar também é um acto de coragem.
Infelzmente não tenho ainda essa coragem.
Tenho pena que deixes o teu cantinho. espero que reconsideres.
Um bj e muitas felicidades na tua vida é o que te desejo
susana

Vania San disse...

Amiga:

vou postar as tarefas do livro "Pense Magro", serão 42 dias seguindo as tarefas do livro, se quiser acompanhar, seja bem vinda!

já postei a primeira tarefa, está no post de 14 de janeiro.

Beijos

Anônimo disse...

порно фото ххх секс
скачать мама трахает сына
секс со стриптизером
бесплатно порно зоофилия скачать
порнуха рассказы

Anônimo disse...

Good brief and this post helped me alot in my college assignement. Say thank you you on your information.

Anônimo disse...

Amiable fill someone in on and this enter helped me alot in my college assignement. Thank you for your information.

Dalila disse...

Olá, agradeço pelos comentários todos e pelos spams anônimos também (hehe).
Vamos seguir em frente sem muita diração...

bjs