segunda-feira, 13 de abril de 2009

Esperança

Bem, nesses dias estou me pegando a planejar... mesmo que sem me permitir muito, estou repetidas vezes marcando os meses e tentando estabelecer novas datas...

Então, vamos dar palavras aos pensamentos, e ver se os próximos meses trazem alguma decisão ou algo diferente no horizonte...

Quero tentar a Inseminação Artificial (IIA) em junho. Nunca fiz, fiz apenas as ICSI, mas de qualquer forma, não acho que a ICSI eu venha a fazer novamente. Muito desgastante emocionalmente, mas também pode vir a ser uma possibilidade, caso eu consiga perceber que não será tão "emocional" desta vez.

E bem, esses dias tem sido dias de retrospectiva...

Como é estranho perceber que corremos atrás de tantas coisas para assegurar algo e no fim pararmos estancados frente ao fato de que o algo aguardado não veio, não é mesmo? Não é estranho? Trabalhamos a vida toda para termos uma boa casa, para termos carros, convênios médicos e outras coisas que assegurem o conforto de nossa família... Quando nos casamos queríamos um lugar confortável apenas. Depois começamos a pensar em um quintal para as crianças... Um parquinho no condomínio... Uma casa num condomínio por medo da insegurança deste país destrambelhado... Quartos sobrando... Então nos mudamos de um apartamento com 2 quartos para uma casa com 3 quartos, com quintal e até cachorros. E então, o motivo para todas essas preocupações e mudanças nunca veio...
Os quartos permanecem vazios. Os balanços no playground. Os cachorros no quintal.
Não é estranho?
Será que é hora de tentar de novo? Será que as tentativas vão resolver a equação um dia?

Bem, deixa para lá, o post está com um clima deprê e eu não estou deprê. Só estou pensando. E sonhando com uma bola de cristal que nos mostrasse o futuro... ou que no passado tivesse me mostrado o futuro... ou pelo menos, uma voz do além que explicasse as coisas...

Nada se sabe. Então, até lá, basta lutarmos com as armas que, nós mortais, temos nas mãos: as tentativas e a esperança...

6 comentários:

Angel disse...

Eu tb fiz 1ª ICSI (-)
Depois engravidei naturalmente. Depois o bebé perdeu a vitalidade.
Agora estou a caminho da 2ª :) kejm sabe? Tal como tu assim consigamos! Vou torcer que sim amiga!
Bjs

Lita disse...

Minha querida, obrigado pela "lembrança" do meu positivo.
Espero que possas sentir essa felicidade brevemente.

Boa sorte para os planos futuros e um beijo muito grande
Lita

Dalila disse...

Angel,

Quem sabe um dia! Vamos esperar!

Lita,
Estou ansiosa pelo dia a dia menina! Não demores muito para nos deixar atualizadas, ok??

bjs

Maruja disse...

Querida Dalila,
Sei bem o sentes quando dizes que preferes tentar a IIU, em vez de nova ICSI. Eu também gostaria de tentar um tratamento mais "leve", mas infelizmente os soldadinhos não nos oferecem essa possibilidade. E demorei quase um ano a ganhar coragem para a nova ICSI. É duro. Estou entusiasmada, mas com um medo aterrador de não conseguir o meu positivo, nem embriões para congelar para uma TEC...Mas vou fazer!!! Temos que chutar os maus pensamentos para bem longe de nós ;)

Quanto aos projectos de vida...Também já pensei muito nisso. Principalmente agora que vejo muitos casais da idade dos meus pais, que estão a sofrer imenso, porque já "cumpriram" a sua parte nesta vida: uma casa, um carro, os filhos, os netos (quando há, quando não há piora ainda mais). São casais que estão a sofrer do sindroma de "ninho vazio" e eu tenho medo de ir nesse caminho. Portanto tenho feito tudo para me unir bastante ao meu marido e ao mesmo tempo manter os meus hobbys, as minhas ocupações, A MINHA VIDA! Porque no fundo, acho que não nos devemos entregar as coisas ambições da vida, mas sim aquilo que nos faz verdadeiramente feliz: fazer "aquela" viagem, visitar aquele amigo que está longe...Porque passamos a vida enganadas a pensar que a alegria de viver vem dos bens que pessuimos, quando na verdade vêm apenas das experiencias que acumulamos.
Beijocas
PS - Desculpa o abuso de "tanta conversa", mas entusiasmei-me :(

Dalila disse...

Maruja,

Quantas verdades!! Obrigada pela força, você tem toda razão!

beijos,

Dalila disse...

Maruja,

Quantas verdades!! Obrigada pela força, você tem toda razão!

beijos,