terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Voltei!



Pessoal, voltei para cá mais cedo que eu imaginava!
Vamos às novidades (tem crase??? que droga! acho que vou me lembrar para sempre de 2009 como o ano em que não soube mais como escrever por causa dessa alteração ortográfica revoltante, atrapalhante e inútil!):

Meu marido foi ao médico e ele viu os nossos exames e deu um (estranho) diagnóstico: que temos chances de engravidar naturalmente...

Ao contrário de todos os último..., deixe ver..., 5 ou 6 médicos!

Agora temos dois caminhos a seguir:

1 - deixamos de acreditar na medicina (o que seria talvez o mais óbvio);

2 - seguimos com mais esta opinião e tentamos naturalmente mais alguns meses.

Como as alternativas acima são inócuas, vamos tentar naturalmente por mais alguns meses e voilá, todo o universo mudou hoje sutilmente, pois é óbvio que não vou entrar de cabeça de novo nas tentativas/frustrações cíclicas, mas ao mesmo tempo é bom saber que nem tudo está perdido.

Ele falou que o que acontece provavelmente é alguma incompatibilidade e que eu devo ter algum problema ainda não encontrado. E que se nós dois tivéssemos nos casado com outras pessoas, muito provavelmente ambos teríamos filhos nos seus respectivos casamentos...

E bem, me lembrei que as duas implantações de embriões foram bastante complicadas, com cólicas todos os dias, fraqueza, sono... e obviamente não deveria ser assim com poucas células, com embriões tão pequenos, que ficaram por apenas uns 10 a 12 dias, que foi quando as cólicas pararam e o organismo "conseguiu" expelir os embriões...

E isso me lembrou de outra coisa: no ano passado, próximo ao meu aniversário, tive essas mesmas cólicas, só que duraram mais e minha menstruação atrasou uns 10 dias, portanto devo ter engravidado naturalmente naquela ocasião e expelido o embrião também. Eu me lembro que foi a única vez na vida em que tive que procurar um pronto-socorro (prontosocorro???? pronto socorro??? estou fula com essas novas regras de português!) para tomar buscopan na veia, pois a cólica que tive naquela menstrução foi tão terrível quanto a da primeira tentativa frustrada de ICSI. Será que só eu tive cólicas após a implantação dos embriões?? Mais alguém teve? Descobriu por que?

Portanto, marquei um novo gineco para tentar resolver este mistério e enquanto isso, trouxe um calendário para casa, que coloquei ao lado da cama com os dias em que teremos que namorar e achei o site abaixo para fazer a contagem dos dias férteis e já descobrir quando nascerá o bebê se der certo:


Segue o meu:


11/1/09 - 14/1/09 5/10/09
08/2/09 - 11/2/09 3/11/09
07/3/09 - 10/3/09 1/12/09
04/4/09 - 07/4/09 9/12/09
02/5/09 - 05/5/09 26/1/10
30/5/09 - 02/6/09 22/2/10

Entrem lá e façam o de vcs! achei bem mais prático do que ficar contando na cabeça todo mês...

***


No mais: retomada na vida, deixei a depressão para trás (parece que sim! finalmente) e estou a fim de viver esse ano. Fazia 5 anos que eu não sentia essa vontade tão básica, tão essencial, tão natural a tudo que está neste planeta: viver!! E quem sabe assim não vem uma nova vida, não é???


Mil beijos e boa semana! Vou lá no outro blog escrever sobre as coisas da vida: livros lidos, filmes vistos, dieta iniciada, ginástica...


4 comentários:

Mar disse...

Assim é que é!!! Boas notícias dessas logo pela manhã deixam-me com um sorriso na cara de felicidade e de esperança. Vamos acreditar. Estou a torcer por ti. Beijinhos.

Os anciosos disse...

Não lembro onde mas já li ou ouvi que alguém teve que tomar remédios para o corpo não expulsar o bebê. Procure alguma coisa sobre isso ;)
Estamos sempre na torcida!
bj

Dalila disse...

Opa! quem sabe?

tais disse...

amiga que vc tenha uma ano iluminado ...estava com saudades...estou sem speed a mais de 1 mes entao quase nao entro na net...
li sobre o novo medico e achei fabuloso ...que vc tenha sorte nessa nova etapa ...
e vamos que vamos né
bjs